Páginas

terça-feira, 5 de maio de 2020

Preservação de documentos digitais: reflexões sobre as estratégias de refrescamento

Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, v. 13, n. 2, jul./dez. 2017
Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições



RESUMO: O advento das tecnologias da informação ocasionou a demanda por documentos digitais, com isto, uma quantidade significativa de documentos com necessidades de preservação em longo prazo começou a ser produzida exclusivamente em meio digital. Entretanto, o cenário das tecnologias é marcado por constantes avanços que vão deixando as tecnologias obsoletas em ciclos cada vez mais curtos. Este artigo aborda as manifestações da obsolescência em nível de suporte e tem como objetivo realizar uma reflexão sobre as estratégias de refrescamento. Desta forma,são enfatizadas práticas desta estratégia que minimizam os impactos da obsolescência tecnológica. O método utilizado consiste na revisão de materiais previamente publicados, os dados coletados são analisados de forma qualitativa e posteriormente discutem-se as vantagens e desvantagens do refrescamento. Por fim, destaca-se o papel fundamental do refrescamento na preservação em longo prazo e apontam-se algumas limitações quanto a sua implementação.

Palavras-chave: Refrescamento. Preservação digital.Obsolescência tecnológica. Documento digital.

segunda-feira, 27 de abril de 2020

Preservação do patrimônio documental arquivístico em ambiente digital

Revista Palabra Clave (La Plata), octubre 2017, vol. 7, n° 1, e029. ISSN 1853-9912

Universidad Nacional de La Plata, Facultad de Humanidades y Ciencias de la Educación, Departamento de Bibliotecología

Dossier: Gestión de la información dilemas y perspectivas
[Perspectivas teóricas]


Resumo: este artigo perpassa a ideia do documento arquivístico digital como parte integrante do patrimônio cultural, e posteriormente, descrevem-se aspectos pertinentes à sua preservação. Para isto são abordadas questões referentes à garantia de acesso a documentos autênticos no longo prazo. A discussão concentra-se na relação entre: estratégias de preservação, repositórios digitais, modelo OAIS, linha de custódia ininterrupta e atividades de auditoria e certificação. Dentre os apontamentos finais, destaca-se a necessidade de sintetizar os conhecimentos discutidos a fim de fornecer subsídios teóricos para facilitar a sua aplicação no âmbito da Arquivística.

Palavras-chave: Documento digital; Preservação digital; Patrimônio documental; Arquivística; Arquivo.

quinta-feira, 19 de dezembro de 2019

DA PRESERVAÇÃO DIGITAL AO ACESSO À INFORMAÇÃO: uma breve revisão







Páginas a&b, v. 3, n. 7, (2017), p. 16-30.



Resumo: o constante aumento de documentos digitais vem impulsionando as práticas de preservação em longo prazo. No entanto, a literatura técnica concentra-se em preservar a autenticidade dos registros, e por vezes, há pouco aprofundamento no que se refere a proporcionar condições de acesso aos usuários. Assim, realiza-se uma análise sobre as estratégias de preservação digital com ênfase na perspectiva de acesso aos usuários. O método utilizado consiste no levantamento bibliográfico de materiais previamente publicados, dentre estes: livros, teses, dissertações e artigos científicos recuperados pela ferramenta de pesquisa Google Scholar. Desta forma, obtém-se uma revisão dos métodos de preservação digital que realça sua aplicabilidade e aponta as dificuldades de acesso pertinentes ao usuário.

terça-feira, 1 de outubro de 2019

OS IMPACTOS DA OBSOLESCÊNCIA TECNOLÓGICA FRENTE À PRESERVAÇÃO DE DOCUMENTOS DIGITAIS


Revista Brazilian Journal of Information Science: research trends, v. 11, n. 2, 23 jun. 2017.


Resumo: este estudo tem por objetivo realizar uma reflexão sobre os impactos da obsolescência tecnológica nas atividades de preservação digital para ressaltar suas principais limitações teóricas e apontar meios de minimizar estes efeitos em longo prazo. A metodologia utilizada consiste no levantamento bibliográfico de materiais previamente publicados e apresenta uma breve revisão de literatura sobre a obsolescência tecno-lógica. Dentre as questões abordadas, destaca-se a necessidade de definir políticas institucionais, bem como, implementar estratégias de preservação e sistemas informatizados. Desta forma, estima-se desenvolver um ambiente confiável para minimizar os efeitos da obsolescência tecnológica e garantir manutenção da autenticidade dos documentos digitais em logo prazo. Por fim, observa-se que a obsolescência manifestada em nível de software se apresenta como o desafio de maior pertinência para a comunidade de preservação, pois ainda não há teorias e nem práticas que comprovem a solução deste problema.

segunda-feira, 23 de setembro de 2019

Os fundamentos da diplomática contemporânea na preservação de documentos arquivísticos digitais


Biblos: Revista do Instituto de Ciências Humanas e da Informação, v. 30, n.2, 2016.


Resumo: Os avanços das tecnologias da informação contribuíram para a disseminação de suas ferramentas na sociedade. Da mesma forma, estas ferramentas foram introduzidas no campo arquivístico, resultando no advento do documento arquivístico digital. Sua rápida introdução na Arquivologia trouxe dúvidas em relação a sua autenticidade e confiabilidade quando preservados em longo prazo. Desta forma, este artigo tem por objetivo demonstrar o papel da diplomática contemporânea na preservação digital. Partindo dessa abordagem interdisciplinar, juntamente com os fundamentos da preservação digital, podem-se obter documentos arquivísticos digitais autênticos, promovendo o acesso contínuo em longo prazo.